sábado, 3 de dezembro de 2011

Tinta na tela


Tinta na tela, pele branca riscada de tinta preta,
Tela pintada de escuro no olhar,
Boca macia e indecisa,
Boca marcada de batom quase apagado,
você desenhada em sombras e eu me deliciando na sombras e sobras do seu mistério,
Imaginando (...) Beijo que encontra a boca depois do rosto tocar (...) Coisa remexendo dentro da barriga,
Coisa que você me faz...

Você aí deitada, pensando
Você aí pensando em viver ou se despedir,
Enquanto isso a sombra maliciosa cobre seu corpo e meus olhos aqui, curiosos, mirando os teus pintados...
olhos demarcados, boca pintada, sorriso de quem gosta de ser mirada...
E eu, aqui, querendo ser com você.

Minha tela pintada de realidade.
Minha arte desenhada na pele nua,
Minha musica que insiste em sair da inspiração,
Você, minha sensação de está quase completo.
Você, tinta na tela, e eu aqui, diante de ti...




2 comentários:

  1. O que será que está por trás da tela. Ah eu quero ver...

    ResponderExcluir
  2. um mistério que me toca como a mais pura realidade, meu caro, Edson

    ResponderExcluir