segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Rosa Flor

Ardente, quase me inunda com seu aroma penetrante, vicioso, contante, inconstante, já não sei, Rosa Flor. Tens o olhar do dano, do alívio, do trago, da lenta sensação seguida de um sorriso de quase cansaço. Prende-me em ti,  pede-me e me sacia, Rosa Flor. Olha-me, cheira-me, prova-me, Rosa Flor, Rosa dor, Rosa amor ?
Estamos Vivendo,sentindo, fingindo, querendo demasiado, Rosa cor, Rosa angustia, Rosa Flor. Te sou, Es Eu, somos nós e o mundo, alimentamo-nos de mel, polem, luz, palavras e tudo o que não se diz, mas Existe.
- Desculpe-me Rosa Flor, Por um instante me perdi em seus olhos

Um comentário:

  1. ROSA FLOR SIMPLES, MAS NÃO SIMPLÓRIA. BELO POEMA EM PROSA. VLW

    ResponderExcluir